Praga, o encanto medieval

Capital da República Checa, Praga é considerada uma das mais bonitas e encantadoras cidades da Europa. Foi com o Imperador Carlos IV que a cidade conheceu a sua maior fase de prosperidade, sendo que a maioria das suas atracções turísticas datam dessa época. Em 1993, com a divisão da Checoslováquia em dois países, República Checa e Eslováquia, Praga tornou-se a capital do primeiro.

Ninguém, em Praga, pode deixar de visitar o Castelo de Praga. A fortificação, que se localiza no Monte de Hradcany e foi construída no século XIV, era a antiga residência dos Reis da Boémia. Próxima do Castelo encontra-se a Catedral Gótica de São Vito, do mesmo século.

Na capital Checa os novos e modernos bairros residenciais contrastam com a história da cidade medieval. Podemos mesmo apreciar a divisão de Praga em duas zonas completamente diferentes, a Cidade Velha (Staré Město) e a Cidade Nova (Nové město). Os bairros e os edifícios da Cidade Velha são muito protegidos e preservados e é mesmo nessa zona que podemos encontrar monumentos incontornáveis da história Checa e até mesmo europeia, principalmente pela sua importância na Idade Média. Destacam-se a Igreja do Menino Jesus de Praga, uma das igrejas de São Nicolau e inúmeros palácios aristocratas Checos, tudo de estilo barroco. A famosa Ponte Carlos liga esta zona da cidade de Praga ao Castelo, atravessando o . Por outro lado, o Museu Nacional e o Teatro dos Estados, entre outras, constituem um importante, e recente, conjunto de atracções turísticas da Cidade Nova.

Quem visita a cidade não pode vir embora sem ver o relógio astronómico medieval: Radnice, do século XV. De hora a hora, é possível ver os 12 apóstolos seguindo Jesus numa procissão, por sua vez seguidos por figuras humanas que representam a Avareza, a Vaidade e a Morte.

Praga é também juventude e diversão, proporcionando aos turistas um vasto leque de actividades culturais. Podemos encontrar um elevado número de cervejarias e pubs (em alguns locais, a cerveja chega a ser mais barata do que a água), entre os quais o famoso bar Face-To-Face e a discoteca Mecca. Num roteiro mais cultural pode sempre ir ver um espectáculo de Teatro Negro ou assistir a concertos em bares de jazz. O AghaRTA Jazz Centrum, por exemplo, é uma boa opção.

A melhor forma de conhecer a cidade sem grandes preocupações é percorrer as zonas pedestres que fazem a ligação entre os locais mais importantes da cidade. O metro é outra alternativa possível, sendo que funcionam das 5:00 às 24:00 horas. Pode optar também pelos autocarros e eléctricos, estes últimos têm linhas que funcionam durante toda a noite de modo a compensar a falta do metro. Se reservar hotel no centro da cidade, dificilmente vai precisar de utilizar algum destes meios de transporte.

Tal como disse Franz Kafka, escritor natural da capital Checa, Praga não nos deixa vir embora, esta velha tem garras.

Ficou com vontade de fazer uma visita a Praga?

Pacotes completos de voo e alojamento para Praga aos melhores preços. Quer só reservar hotel em Praga? Clique aqui.

Comentar