Veneza, cultura e romance

Cultura e romance: estas são as principais características que os turistas procuram em Itália e especialmente na cidade de Veneza, onde 96% dos edifícios são considerados monumentos históricos.

A cidade é conhecida internacionalmente por vários eventos de âmbito cultural, nomeadamente o Festival de Cinema, a Bienal de Artes e o Carnaval de Veneza, que todos os anos levam milhões de turistas a visitá-la. No entanto, são os seus canais e a imagem de romanticismo associada a Veneza que fazem desta uma das cidades que mais povoam o imaginário de qualquer viajante.

Outrora uma das mais poderosas e ricas cidade-Estado da Europa, Veneza é constituída por mais de 100 pequenas ilhas ligadas entre si. Para que tal fosse possível, os primeiros venezianos deram início a um projecto de construção de pontes por toda a cidade. A primeira, das cerca de 400 que existem espalhadas um pouco por toda a Veneza, foi a Ponte Rialto, erguida sobre o Grande Canal.

A Piazza di San Marco é o melhor local em Veneza para passear. É das praças mais famosas do mundo e é aqui que se situa a Basilica di San Marco, um dos maiores exemplos de arquitectura bizantina. No interior não deixe de visitar o Tesouro com a Pala d’Ouro e as Capelas.

O Palácio Venier dei Leoni é outro ponto de passagem quase obrigatório. Em 1949 foi adquirido pela comerciante de arte e mecenas Peggy Guggenheim, que acabaria por instalar no palácio uma invejável colecção de arte que integra mais de 200 peças, entre pintura e esculturas, de vários movimentos artísticos e autores, desde Jackson Pollock a Miró ou de Magritte a Kandisky.

Um dos mais antigos e famosos teatros da ópera italiana, o Fenice, está em Veneza. Não pode deixar de visitar este esplêndido edifício, sendo que o ideal seria mesmo poder assistir a um dos elegantes serões de ópera que ali têm lugar.

Comprar uma típica máscara veneziana é um ritual para os turistas. As maiores podem comprar-se a partir de 15 euros. Se pretende fazer compras na cidade, saiba que nas zonas da Ponte Rialto e da Piazza San Marco estão os locais mais caros. Pelo contrário, do outro lado da ponte, encontram-se óptimos preços no mercado da cidade. As belas montras apresentam uma enorme variedade de artigos, desde os cristais de Murano até às rendas artesanais de Burano.

A cidade também proporciona aos turistas bons momentos durante a noite. No Palazzo Vendramin-Calergi pode visitar o casino da cidade. As discotecas não abundam, mas a Piccolo Mondo e a Cassanova são boas opções. Se por outro lado prefere ir a um bar de música ao vivo, a escolha é bastante variada.Poderá, por exemplo, passar uma noite bem agradável no Paradiso Perduto. Na realidade, grande parte da vida nocturna da cidade desenvolve-se nos cafés, entre os mais famosos estão os da Piazza São Marco.

No entanto, a melhor noite de Veneza é a sexta-feira de Carnaval. Por essa altura a cidade está completamente repleta de pessoas de todo o mundo e é possível apreciar os venezianos mascarados com as suas famosas e maravilhosas fantasias. A diversão é garantida.

Em Veneza não existem transportes terrestres, portanto são-lhe apresentadas duas opções, ou vagueia e conhece a bela cidade a pé ou opta por andar de vaporetto, o barco-autocarro. Por outro lado, as gôndolas, não sendo propriamente um meio de transporte mas sim uma atracção turística, merecem também a sua atenção. Sobretudo se a sua for uma viagem a dois, não pode deixar de fazer um romântico passeio pelos canais de Veneza a bordo de uma destas embarcações típicas.

1 Comentário

  1. ketlyn says:

    Veneza é muito linda e romântica para os casais, é muito agradável.

Comentar